Como compor letras litúrgicas

Requisitos para compor letras litúrgicas: 


Quaresma

Não se canta Glória nem Aleluia.

 

Advento

Anunciação do Senhor: É quando o anjo anuncia à Maria a vinda do Messias.
Não se canta Glória.

 

Anúncio do Senhor:

É quando Jesus, em sua vida pública, convida os povos a conversão.

 

Cânticos de Perdão:

A Liturgia aconselha conter no mínimo 3 estrofes, sendo que é obrigatório conter em cada uma delas os dizeres: “Senhor tende piedade de nós” (na 1º estrofe), “Cristo tende piedade de nós” (na 2º estrofe) e “Senhor tende piedade de nós”(na 3º estrofe).

 

Caso a letra de Perdão de algum cântico não contiver os requisitos exigidos pela liturgia da Igreja Católica, iremos direcioná-las aos gêneros Cânticos Diversos em: Conversão, Restauração ou Renovação.

 

Cânticos de Glória:

A Liturgia aconselha mencionar o Deus Pai na 1º estrofe, Jesus Cristo Filho de Deus na 2º estrofe e Espírito Santo na 3º estrofe. O refrão deve mencionar o Glória, e o Amém deve ser dito no final do cântico; ou melodiar a letra fiel do Hino de Louvor contida no lecionário.

 

Aclamação ao evangelho:

No domingo é obrigado conter a palavra Aleluia no cântico de Aclamação ao Evangelho, com exceção da Quaresma. O evangelho deve ser dirigido a Jesus Cristo, pois Ele é Santo. Assim disse Santo Agostinho: “O Jubilo é tão grande que não cabe em palavras”. A Aleluia na terra deve estar em sintonia com Aleluia no céu.

Por admin

Posts relacionados